MANUAL DE PEQUENAS REGRAS DIÁRIAS

Sobre as manias estranhas que todo mundo tem

Existem dois tipos de pessoas no mundo: as que pensam a vida e as que vivem a vida. Assim, os afortunados em questionar, possuem uma existência baseada em pensar o tempo todo, sobre todas as coisas, em todos os momentos. Essa é a sina daquelas que nascem obsessivos. O dia é repleto de questionamentos e um diálogo interminável consigo mesmo é travado quando você menos espera, na fila de um banco, no ônibus a caminho de casa ou no meio da fala de uma pessoa. A capacidade de gerar cenários hipotéticos também é gigantesca. As realidades mais absurdas são criadas nas suas mentes em segundos e tornam-se muito mais atrativas do que a própria realidade em si.

Toda essa necessidade de pensamento é involuntária e permeia até as coisas mais simples, o que pode causar um grande desconforto à medida que ganha proporções maiores. É esse pensamento incessante que te faz levar um tempo maior para fazer escolhas simples; as complexas então, talvez levem meses e até anos (sem exageros) para serem resolvidas. O pensamento involuntário paralisa oportunidades e faz tudo – TUDO MESMO – ser motivo de análise.

Eu, como uma boa alma de artista, fui premiada com a oportunidade número um: pensar a vida! Logo, minha mente é um emaranhado de pensamentos rápidos e complexos que podem tornar-se simples e extensos quando o modo “análise” é ativado. Hoje, após muita meditação e foco, as coisas estão bem mais tranquilas em meu cérebro. No entanto, é curioso ver o quanto pensar demais nos afeta. Achei esse texto meu de Janeiro de 2016 nos arquivos e comecei a análise...

“Minha vida é cheia de pequenas regras diárias.

Eis o manual completo de como ser uma Tamires por um dia, sem esquecer nenhum detalhe:
Cheirar os copos antes de beber neles; depois de beber água, deixar o copo com um restinho no balcão da cozinha caso sinta sede depois. Só comer feijão no almoço. Lavar os cabelos nos dias de corrida. Deixar o baby doll do dia por cima dos outros. Beber água antes do banho, antes de comer, antes de ir ao banheiro... Passar creme nos pés antes de dormir. Fazer as unhas apenas quintas ou sextas. Contar a quantidade de horas que vou dormir antes de dormir. Me arrumar na mesma ordem: cama, banho, bolsa, café da manha e maquiagem (quando lembro dela). Começar o trabalho na mesma ordem: E-mails, notícias, pegar água, trabalhar. Comer nos mesmos horários. Servir a comida separada no prato. Ir ao banheiro antes do almoço. Só sair de casa depois de beber água e ir ao banheiro. Se ganhar algum doce, só comê-los após alguma refeição. Esperar o “bom dia” no meu namorado todos os dias para falar com ele. Dividir o cabelo do mesmo lado. Enrolar o fone de ouvido do mesmo jeito. Só carregar o celular quando estiver com menos de 10%. Deixar os objetos na mesma posição todos na mesa do trabalho. Organizar os brincos por cores e tamanhos no porta brincos. Passar protetor solar após o almoço. Assistir o clipe Society – Into the Wild – e ouvir 5 a Seco na TPM. Só comer chocolates fora dos finais de semana na quarta-feira. Só comer coisas gordurosas nos finais de semana. Comer apenas uma coisa gordurosa nos finais de semana. Escovar os dentes às 14h nos dias de trabalho. Só passar fio dental à noite. Colocar os pen drives sempre nas mesmas portas no notebook. Cortar o bico de todos os pães antes de comê-los. Arrumar os arquivos em pastas. Arrumar TODOS os arquivos em pasta! Reler os textos que escrevo várias vezes enquanto escrevo, como agora.

E depois de tudo isso, tentar não fazer nada disso! Tentar ter as ideias leves e os detalhes como os detalhes que de fato são.”

6 comentários sobre “MANUAL DE PEQUENAS REGRAS DIÁRIAS”

  1. Pensar a vida é nossa maneira de viver a vida, nosso jeito íntimo e único de tentar trilhar nosso próprio caminho; é cansativo, mas quem nasceu pra guiar a si mesmo não consegue ser apenas um carona!

Deixe uma resposta