O QUE APRENDEMOS COM O BBB 2018

16 anos olhando o Brasil pelo buraco da fechadura

Ontem foi ao ar a final de mais uma edição do Big Brother Brasil, transmitido em canal aberto pela Rede Globo. Existindo desde 2002, o BBB vem trazendo ao longo do tempo um panorama bem interessante sobre a sociedade brasileira. E, na versão 2018, esse contexto foi ainda maior, ainda mais denso e repleto de possibilidades de entendimento.

Vamos primeiro compreender um ponto muito importante antes de discutir nossas opiniões sobre o tema: todos os participantes são escolhidos pelo programa. A grande maioria não entra por voto popular. Em alguns casos, apenas participantes pré-selecionados são direcionados a escolha do público, como nos episódios da casa de vidro e nas dinâmicas entre família, realizada esse ano e no último com as irmãs Mayla e Emilly (Caso tenham acontecido outras, não me recordo). O importante é: guardem essa informação!

A campeã desse ano foi a Gleici, que veio do Acre e tem apenas 23 anos. Com uma história marcada pela simplicidade e pela necessidade, ela foi construindo ao longo da edição uma imagem de brasileira, que luta e sofre as mazelas sociais do seu país, sempre buscando maneiras de driblar a desigualdade e vencer. Por outro lado, a campeã ainda enfrentou o abismo gigantesco existente entre ela e o restante dos participantes; o que acarretou isolamento, ódio coletivo e inúmeros paredões, fazendo dela e de seus retornos triunfantes, uma relação “clara” entre a atual novela das 21h (também exibida pela emissora) e o programa.

Nesse processo, a história pessoal de Gleici e a história que desenvolveu no programa se confundiram. Esse entrelaçamento levou a uma grande mobilização social e política em torno da imagem da moça, culminando em sua vitória na noite de quinta. Foi nesse momento em que o que parecia uma simples final de Reality Show se transformou em um feroz cenário político e social, uma vez que toda a sociedade, em suas mais diversas vertentes, de desconhecidos a famosos e até candidatos políticos, deixaram nítidas suas opiniões.

Por Eder Santos para o site Humor Político

Agora, ciente de todo que essa noite dimensionou, vamos refletir: Por que Gleici ganhou o BBB?

Em nosso país, onde as classes sociais ficam a cada dia mais distantes umas das outras, onde o acesso à educação e a cultura é precário, onde a saúde e a segurança pública são itens altamente sucateados pelo estado, onde o negro por si só é excluído e criminalizado, onde algumas expressões religiosas são suprimidas em detrimento de outras tidas como padrão moral, onde a xenofobia é incrivelmente acentuada em relação a estados do Norte e Nordeste... Nesse país, onde tudo isso acontece, é necessário termos aqueles que bravamente vencem as dificuldades e sobem, engrandecidos pela mídia, nos mais altos níveis do pódio. Só lá em cima, inebriados pela vitória, nós iremos pensar que tudo é possível para aqueles que acreditam e lutam.

O que quero deixar claro nesse texto de hoje é que achei muito bacana a vitória de uma pessoa que realmente precisava do prêmio e que – de acordo com alguns sites - sempre se manifestou pelas minorias. Isso é realmente muito bom de ver! Mas, o que quero deixar ainda mais claro, é que não dá para contar a mudança de uma única pessoa como sendo a vitória de todos nós. Não, não foi uma vitória social, foi uma vitória individual. Ninguém além dela teve sua condição melhorada depois do BBB e isso nós não lembramos, estamos muito emocionados para tanto. E, ainda mais importante que isso, é pensar no fato de que basear nossa vida social e política em meritocracia faz nosso discurso ser cada vez mais agregador e revolucionário, enquanto nossas ações reais, continuam excludentes e preconceituosas.

Desde a primeira vez em que vi o programa tive certeza que ela ganharia porque apenas ela trazia as mensagens que deveríamos ouvir.

Sobre a informação que pedi que você guardasse lá em cima, nem tenho muito a dizer. Algumas coisas falam por si só.


Esse texto não é uma crítica direta à emissora responsável pelo programa. É sim, uma crítica social a cada um de nós brasileiros, em especial nesse ano em que faremos novas escolhas políticas. E, dentro desse contexto, no que diz respeito à sociedade, tudo aquilo que a molda, direciona e influencia deve ser considerado como item de análise.


Links Interessantes sobre o tema:

Vitória de Gleici tem grande impacto na história do BBB e traduz importante revelação

Famosos comemoram vitória de Gleici no BBB 18

Veja os memes que invadiram a internet com a vitória de Gleice no BBB

A vitória de Gleici no BBB18 virou palanque para políticos brasileiros

Deixe uma resposta