Skip to content

Categoria: Crônicas

O SEU CORPO É SEU?

Assim, despertei a solidificação da ideia – que já estava começando a passar pela minha cabeça sempre – de que meu corpo era uma morada. Meu corpo era a única casa na qual eu realmente habitava. Era o lugar onde eu podia viver minha existência e experienciar o mundo.

www.000webhost.com