UM PRESENTE A MIM MESMA

Me ensinei a transbordar, me mostrei partes de mim que não lembrava mais existir e deixei que se afogasse, no fundo azul do meu peito, um de um tipo de amor que só se encontra uma vez na vida, o meu. E, nessa história de estabelecer laços, descobri ser do tamanho exato para caber em mim mesma.

Continue Reading

COMO SE CHAMA SUA VAGINA?

Ximbica, Xereca, Buceta, Buceta Cabeluda, Buceta Murcha, Buceta Murcha e Cabeluda, Perseguida, Pepeca, Xana, Periquita, Xoxota, Xota, Capô de Fusca, Pata de Câmelo, Mc Donald, Precheca, Buçanha, Xavasca, Aranha, Perereca, Pomba, Racha, Tcheca, Bacurinha, Babaca, Ximbiu, Lanchinho da Madrugada, Xonda e Vulva.

Continue Reading

O SEU CORPO É SEU?

Assim, despertei a solidificação da ideia - que já estava começando a passar pela minha cabeça sempre - de que meu corpo era uma morada. Meu corpo era a única casa na qual eu realmente habitava. Era o lugar onde eu podia viver minha existência e experienciar o mundo.

Continue Reading
Close Menu
www.000webhost.com